Nova Dufry como ponto de partida comum

Em 2016, operamos pela primeira vez como a “Nova Dufry”, após as aquisições transformacionais da Nuance e World Duty Free. Enquanto a integração da Nuance foi concluída em 2015, no ano de 2016 focamos na integração da World Duty Free e na definição do novo Modelo Operacional do Negócio, que tratou da adaptação dos nossos processos e procedimentos à nova presença geográfica e estrutura organizacional. Como elemento-chave do processo de integração e para proporcionar a todos os colaboradores das empresas anteriores um ponto de partida comum, a Dufry também introduziu uma nova identidade corporativa e definiu novos valores comuns ao final de 2015.

A Dufry atua de acordo com a legislação e a regulamentação locais em todos os países em que está presente, tendo incorporado, em todo o Grupo, uma “Política de Integridade nas Operações Comerciais”, a qual estabelece diretrizes para garantir a equidade nas relações comerciais com seus parceiros e proíbe, acima de tudo, qualquer prática ativa ou passiva de suborno ou corrupção. É obrigação de todos os colaboradores, inclusive do Comitê Executivo do Grupo e do Conselho de Administração, a observância contínua de todas essas regras. Em caso de dúvidas sobre a referida política ou suspeitas de infrações a ela, qualquer colaborador pode entrar em contato através de um e-mail criado exclusivamente para esse fim ou contatar seus superiores. Quaisquer preocupações relativas a práticas ilícitas também podem ser relatadas diretamente ao Diretor-Presidente. A identidade do colaborador que reportou tal preocupação ou violação à política será mantida em sigilo, salvo nos casos em que sua divulgação seja exigida por lei. Além disso, também temos a “Política de Informação Privilegiada e Negociação de Valores Mobiliários” e a “Política de Divulgação e Comunicação Pública” em vigor e assinada por todos os funcionários envolvidos.

Em linha com o nosso compromisso com a sustentabilidade, aproveitamos agora a oportunidade para alavancar o ponto de partida comum, analisando nosso Relatório de Sustentabilidade Corporativa a fim de melhor avaliar o impacto que a nossa Companhia tem sobre seus colaboradores, a sociedade e o meio ambiente, com a intenção de continuar a desenvolver ainda mais o nosso relatório passo a passo nos próximos anos.

Avaliação da Materialidade realizada em 2016

Como primeira etapa, em 2016, realizamos uma avaliação da materialidade com o apoio da Ernst & Young para obter uma visão detalhada sobre quais tópicos de sustentabilidade são relevantes para o nosso negócio, tanto da perspectiva da empresa como das partes interessadas. Esse processo cuidadosamente planejado e executado nos permite alinhar as perspectivas internas e externas, identificar áreas com potencial para otimização e desenvolver ainda mais a abordagem e os relatórios gerenciais relacionados à sustentabilidade.

A fim de associar da melhor forma a estratégia e todo o universo da Companhia às expectativas das nossas partes interessadas, escolhemos seguir uma abordagem específica para a Companhia, em vez de uma visão puramente voltada à sustentabilidade, ao definir a lista de tópicos que consideramos relevantes e que queremos trabalhar daqui para frente. Para compilar a lista de tópicos potenciais, incluímos fontes internas e externas, como nossas políticas e regulamentações existentes, avaliações da materialidade publicamente disponíveis de empresas consideradas pares, requisitos do SASB (Conselho das Normas Internacionais de Avaliação da Sustentabilidade), bem como o relatório do Instituto de Governança & Contabilidade.

Os principais grupos de partes interessadas incluídos na nossa avaliação da materialidade e na posterior definição dos tópicos são: colaboradores, clientes, investidores (incluindo acionistas, detentores de dívida e instituições bancárias), a sociedade e autoridades públicas. Os tópicos identificados serão mapeados de acordo com as diretrizes da GRI (Iniciativa Global de Relatórios). Além disso, no futuro, poderemos também considerar emitir relatórios sobre outros tópicos relevantes para a Dufry que não são cobertos pela GRI.

Identificando os Principais Indicadores de Desempenho (KPIs)

Como segunda etapa, avaliamos e identificamos KPIs para monitorar o desempenho de tópicos não financeiros relevantes. Os tópicos são, então, classificados nas três dimensões seguintes: econômica, social e ambiental. Atualmente, estamos avaliando a disponibilidade de tais dados para podermos futuramente reportar os KPIs identificados.

No relatório de 2016, aprimoramos ainda mais a metodologia utilizada até agora e oferecemos, quando possível, um maior nível de detalhe sobre os tópicos abordados (veja as páginas 74 a 87 do nosso realatório anual 2016).

Downloads em destaque Central de Downloads

Informações Relacionadas

Estas seções também podem interessá-lo:

Sustentabilidade Ambiental

Conheça a Dufry

Saiba mais sobre o Grupo Dufry:

Investidores

Nossa Estratégia

Informações de contato